Giblog #109

cdf_109

A nostalgia bateu forte com Dragon Ball Z no cinema!
O filme é bacana, equilibrou bastante os melhores elementos do anime, e o que A Batalha dos Deuses não teve em ação e luta, O Renascimento de F mais do que compensou.
-Feliz

O Fim de uma Era.

Adeus

Caros leitores e leitoras.
Escrevi esse título sensacionalista de propósito para zoar todos vocês, fazendo vocês pensarem que o blog vai acabar.

Bem, não é hoje!

Mas com este post, anuncio que, por hora, estou suspendendo o Friday, bloody Friday.
Mas calma!! Não xinguem ainda!!
Bom, em agosto do ano passado, a pedido dos leitores, voltei com o Café Diário, que estava suspenso desde 2013. Mas não queria abrir mão de nenhuma sessão na forma que estava. Então, decidi me desafiar e postar 6 vezes por semana! Na época pensei “vamos ver até quando consigo manter a rotina”. E devo dizer que consegui por mais tempo do que imaginei! Porém, com o acúmulo de posts e uma nova realidade surgindo (como a publicação e venda dos quadrinhos, eventos em vista, por exemplo), infelizmente, chegou a hora de voltar à rotina de 5 posts por semana, de segunda à sexta.

“Mas, Feliz, os Fridays eram meus posts favoritos!”
Pois é! E acredite, eu gostava muito de fazer, também! Era um espaço que eu podia sair do formato de quadrinhos e falar sobre qualquer coisa. Qualquer assunto atual relevante, os bastidores da produção das tiras, quadrinhos que li e recomendo, qualquer coisa engraçada… A sessão rendeu alguns dos posts mais memoráveis e mais comentados aqui no blog.

Porém, desde que comecei com os 6 posts por semana, a qualidade dos Fridays foi caindo consideravelmente, até que eu já não estava mais tão satisfeito com os resultados. Afinal, imagine passar a semana inteira desenhando tiras desde domingo, até conseguir bolar um tema bacana na quinta à noite, preparar as imagens, desenhos, diagramar, escrever um texto bom e coerente… Na atual conjectura, com meu dia praticamente todo ocupado, fica meio difícil.
Esses dias, assistindo as novas temporadas dos Simpsons e vendo como a série lamentavelmente enfraqueceu com o passar dos anos, saquei que estava na hora de recuar. Decidi que, por hora, darei foco aos quadrinhos. Tenho ainda muitas ideias para High School Sux, Punk the System e o Café Diário, e pretendo trazer de volta o Giblog ao que era antes, mais surreal, mais livre e mais pessoal.

E o Friday vai acabar pra sempre?
Não! Digo, não exatamente, ou necessariamente. O Café Diário voltou, não voltou? Além disso, eu gosto de escrever, e sempre curti resenhar HQs. Volta e meia encontro um assunto bacana que gostaria de comentar e ouvir a opinião de vocês. Portanto, ainda devo postar um ou outro Friday por aqui. Porém, não semanalmente ou com a obrigatoriedade de antes. Vai ser como uma surpresa (o que, acredito, deve tornar o post mais especial).

E como fica agora?
Como eu disse, os posts voltam a com a periodicidade de segunda a sexta. Além disso, pretendo suspender também, por enquanto, a série do Infeliz e trazer o personagem de volta ao Giblog. Afinal, elas já estavam tão semelhantes que seria redundante ter duas. Além disso, um leitor certa vez me disse que preferia o Infeliz quando não tinha série própria. Infelizmente não lembro quem foi, mas seu desejo é uma ordem, leitor!

Bom, vamos ver como fica o calendário de tiras:

Segunda: Giblog
Terça-feira: High School Sux
Quarta-feira: Punk the System
Quinta-feira: Café Diário
Sexta-feira: High School Sux

Enfim, é isso aí. Espero não ter desapontado (tanto) a todos. Com o tempo extra, pretendo trazer quadrinhos melhores pra vocês e aperfeiçoar a técnica, tanto nos desenhos quanto na narrativa. Além disso, em breve trarei anúncios bem bacanas e algumas novidades!

Por enquanto, vamos relembrar alguns Fridays marcantes?
Listei aqui os meus favoritos!
Friday #015: O Fim do Mundo
Friday #020: Paper Toys
Friday #025: Traindo o Movimento Punk
Friday #030: Paper Toys Parte II
Friday #032: Bastidores Parte II
Friday #033: Rock ‘n’ Comics
Friday #035: Hipsters
Friday #036: Draw My Life
Friday #039: O Dia da Toalha, a Vida, o Universo e Tudo o Mais
Friday #044: Com que Roupa?
Friday #054: Vamos Cozinhar? (Sobre o fim de Breaking Bad)
Friday #065: The Authority
Friday #075: Antes e Depois
Friday #081: Punk que é Punk…
Friday #083: Calvin, Haroldo, Bill Watterson e o Trabalho
Friday #086: Viagem no Tempo
Friday #097: Linguagem Corporal
Friday #098: Remakes!
Friday #111: O Big Brother que Eu Queria Ver
Friday #113: Bastidores Parte III
Friday #117: A Piada Mortal da Capa

Caramba!! Escorreu uma lágrima ao lembrar de tanta coisa já publicada aqui! Tanta história, tanta gente que passou por aqui e deixou seu registro. Tanta gente que comentava nos posts daquela época e está aqui até hoje
Qual foi seu Friday favorito? Qual você acha que faltou aqui?
Da minha parte, vou sentir muita falta dessa sessão. Mais uma vez, peço desculpas aos leitores, mas espero ter mais oportunidades de trazer conteúdo bacana e de qualidade pra vocês.

Então, bom final de semana, leitores e leitoras.
Até segunda-feira!
-Feliz

Friday, bloody Friday #125

Esta semana, após o último capítulo da novela da TV a cabo de Game of Thrones, voltou-se a discutir a polêmica em torno dos spoilers. Mas até quando uma informação sobre um filme, um livro, uma série, HQ ou game é spoiler? Até quando o babaca da roda é você?
Para resolver essas questões, apresento a vocês…
friday_125

Abaixo, alguns trechos retirados diretamente do Incrível Manual de Regras (cagadas) sobre Spoilers.

CUIDADO!!!
Este post vai ter spoilers!! Os trechos que contiverem spoilers estarão grafados em amarelo. Se quiser ler, selecione o texto. Mas lembre-se, a surpresa pode não ser agradável!
Esteja avisado!!

Situação 1: Você solta no grupo ou nas redes sociais uma informação crucial para a trama logo após o capítulo de uma série, ou enquanto o filme ainda está em cartaz. Seja por meme ou revelando a informação diretamente. Você não deu chance para as pessoas assistirem ainda. Portanto, você é um babaca.
Ex: Jon Snow morreu no último capítulo de Game of Thrones e todos estão postando memes.

Situação 2: Você está acompanhando uma série na Netflix (ou baixando ilegalmente) que já está avançada, porém você ainda está nas primeiras temporadas. Você curte a página da série no Facebook e vê imagens e pessoas comentando sobre acontecimentos cruciais que você ainda não viu. A culpa, nesse caso, é inteiramente sua. A página serve para discutir os acontecimentos da série e os responsáveis por ela não são obrigados a esperar você alcançar a temporada atual.
Ex: A página de House of Cards posta fotos de Frank Underwood na cadeira do Presidente dos EUA.

Situação 3: Você leu o livro, mas as pessoas do grupo não viram o filme/a série. Ninguém é obrigado a ter lido o livro. Então não estrague a diversão das pessoas que ainda não viram o filme/a série! Porra!
Ex: Dizer que Snape matou Dumbledore semanas antes da estreia de Harry Potter e o Enigma do Príncipe.

Situação 4: Todos no grupo, menos você, já viram o filme/leram o livro em discussão. Nesse caso, você está atrapalhando a discussão dos presentes no grupo. Se você não quiser levar spoiler, saia da roda.
Ex: Todos estão comentando como suas cabeças explodiram quando foi revelado que Tyler Durden e o Narrador são a mesma pessoa em O Clube da Luta.

Situação 5: O filme é um lançamento recente e todos na roda já assistiram, menos você. Aqui se aplica a mesma regra da Situação 4. Todos querem discutir os acontecimentos mais chocantes do filme, mas não podem por sua causa? Sacanagem sua, pô!
Ex: Mercúrio morre em Vingadores – A Era de Ultron. Não viu o filme? Pena, todo mundo viu!

Situação 6: O filme é um clássico, e alguém, nas redes sociais ou pessoalmente, mencionou uma informação crucial que você desconhecia. Bem feito pra você! Certos filmes se tornam parte da cultura global, ninguém tem culpa de você viver em outro planeta.
Ex: Darth Vader é o pai de Luke Skywalker e até quem não sabe direito o que é Star Wars sabe disso.

Situação 7: O filme tem mais de 50 anos. Muita gente provavelmente não viu. Por mais que seja um clássico dos clássicos, nem todo mundo se lembra de buscar obras como Psicose, Cidadão Kane, E o Vento Levou, etc. Quando for indicar o filme, não comente informações cruciais. Fale sobre o filme para que a outra pessoa se interesse e descubra por si só por quê é um clássico dos clássicos.
Ex: Indique Cidadão Kane pela trama intrigante e pela maestria no uso da câmera e da montagem, mas não diga que Rosebud é o trenó.

Situação 8: Você está fazendo um vídeo, gravando um podcast, escrevendo uma crítica ou fazendo um post para seu blog que contém uma informação crucial sobre uma obra (filme, livro, série, game, HQ). A pessoa que procurou o assunto muitas vezes busca informação sobre a obra para conhecê-la melhor e ver se irá gastar seus recursos (tempo e dinheiro) com ela. Caso for dar spoilers no seu trabalho, avise com antecedência para a pessoa se precaver. Se depois disso ela continuou a acompanhar, é responsabilidade dela.

E é isso aí! Essas são algumas das situações previstas que envolvem spoilers. Você conhece mais alguma, leitor? O que você acha sobre o assunto? Já tomou um spoiler na fuça que estragou toda sua experiência de apreciar uma obra? Deixe aí nos comentários!

Bom final de semana e até domingo!
-Feliz