Ressaca Week: Guardiões da Galáxia

guardioes da galaxia

Se você ainda não assistiu o longa metragem cósmico do Marvel Studios, provavelmente não aguenta mais ouvir falar sobre Guardiões da Galáxia. Se for o caso, sinto muito, porque hoje eu vou falar mais ainda!

O grande #chupaDC desse ano, quem diria, veio de uma equipe até então desconhecida por muita gente de fora do mundo dos quadrinhos. Porém, o grupo surgiu nas HQs ainda em 1969 como parte de um universo alternativo da Marvel do século XXXI.

Quando o estúdio anunciou que um dos grandes blockbusters de 2014 seria sobre uma equipe de personagens obscuros com uma árvore humanoide e um guaxinim falante, meu alerta de vai-dar-merda disparou. A Marvel investiu pesado em marketing e até a estreia já tinha lançado mais de 9000 imagens e clipes do filme, como sempre faz. Naturalmente ignorei tudo, como sempre faço. Aquele lance de assistir o filme sem expectativas e tal. Mas o receio de que essa saga cósmica acabasse seguindo os passos do fétido Lanterna Verde de 2011 me acompanhou até a entrada na sala de cinema.

Felizmente o que aconteceu foi o contrário e Guardiões da Galáxia é o filme mais divertido do estúdio da Casa de Ideias! Ouso dizer que o diretor James Gunn fez o que deveria ter sido a nova triologia de Star Wars. Inclusive, a saga espacial de George Lucas tem uma influência bem notável em Guardiões. É bem fácil associar o protagonista Peter Quill a Han Solo, Groot ao Chewbacca e Gamora à princesa Léia.

guardians

A trama, você já deve estar calvo de saber qual é. O terráqueo Peter Quill (Chris Pratt) é preso durante a busca de um objeto precioso em uma de suas pilhagens e, para recuperá-lo, alia-se a outros criminosos galáticos, entre eles Gamora (Zoë Saldaña), Drax o Destruidor (Dave Bautista), Rocket Racoon (voz de Bradley “Phil” Cooper) e Groot (voz de Vin Diesel). Os aventureiros devem evitar que o objeto desconhecido caia nas mãos do radical Ronan, o Acusador (Lee Pace), que pretende usá-lo para destruir o planeta Xandar como vingança por seu povo Kree.

Parece o começo de uma campanha de RPG, não? Heróis renegados que se encontram em uma prisão e devem deixar suas diferenças de lado em prol de um bem comum. Bem simples, e provavelmente este é o motivo de funcionar tão bem. Lembro ainda dos idos de 2008. Depois do sucesso estrondoso de Batman – O Cavaleiro das Trevas, quase todos os estúdios procuravam trazer aos seus super-heróis uma abordagem “sombria e realista”. Tudo que era notícia em portais de entretenimento dizia que tal herói ia ganhar reboot nos cinemas com uma abordagem mais “sombria e realista”. Essas duas palavras, essas duas malditas palavrinhas, eram constantes. Superman sombrio e realista. Homem-Aranha sombrio e realista. Chapolin Colorado sombrio e realista. Bob Esponja sombrio e realista.

Chapulin_Inicia_by_Zolaris cópia

Por sorte o Marvel Studios disse “foda-se, vamos fazer filmes de herói de verdade”, e tivemos coisas bacanas como Os Vingadores e Capitão América. A tal abordagem “sombria e realista” funciona pro Batman, porra. É óbvio que não funciona pra heróis cuja grandiosidade reside justamente no oposto de “sombrio e realista”. Esse é o espírito do filme dos Guardiões. Além de divertido e engraçado, é grandioso e expande o Universo Marvel como nunca, para muito além dos limites da Terra! Apesar de algumas alterações na origem de alguns personagens, vários elementos bem conhecidos dos fãs do universo Marvel estão ali, como a Tropa Nova, a raça dos Kree e as Joias do Infinito. E o modafocka Thanos!! Quem conhece a história de Thanos e as Joias do Infinito já deve ter sacado o potencial que essa franquia tem.

Enfim, se ainda não foi ver o filme, espere até amanhã, que é mais barato. Mas não perca! E fique até a cena pós créditos. Não contribui em nada para a construção de uma trama, mas é um fan service do caramba, e eu não consegui conter a gargalhada!

thumb_8027-1373996494

Continue acompanhando o CdF para mais Ressaca Week!
-Feliz

5 ideias sobre “Ressaca Week: Guardiões da Galáxia

  1. Como dcninha dos bons gostaria de antes de tudo declarar :Darkside supremão da massa >>>> Thânus.
    De qualquer forma esse é um filme em que todos saímos vencedores, essa putaria de sombrio e realista da DC já é um pé no saco. Eu não pago ingresso pra ver um marmanjo de 30 anos (ou mais) usando uma roupithca de couro fazer um filme sombrio e realista, heróis por si só (em geral) usam cores berrantes e espalhafatosas, que o visual sombrio fique com personagens sombrios.
    Ultimamente Guardiões tem sido uma chatice mesmo, não aguento mais ouvir falar, quando o filme foi anunciado eu disse primeiro que todo mundo que iria no cinema ver e tal (isso porque nem sou fã da equipe, que pelo que eu saiba tem uma formação bem diferente da das HQ’s, não que isso seja ruim), agora estou aguardando o DVD. Mas é isso, imagino que o filme deva ser bem bacana e torço para isso, não acho que super heróis tenham de ter abordagem sombria, realista, cult disxcolada, também não acho que devam ser filmes extremamente pipoca, só pra criançada, cada filme tem seu tom, assim como cada herói, não acho que eles devam ter uma fórmula correta nem só uma maneira de fazer.
    Mas prefiro o colorido ao realístico.

  2. Mermão, esse filme é muito foda, e devo dizer pra você para com esse lance de espectativa, mermão, é um filme, não uma namorada ( e olha que eu vi várias dizendo eu esperei pra ver isso?!! no final dos créditos.

Deixe uma resposta