Friday, bloody Friday #086

friday_086

Existem inúmeras referências na TV, cinema, livros, games, quadrinhos, etc. para viagens no tempo!
Mais alguns exemplos:
Dr. Who
Voyagers – Os Viajantes do Tempo
Planeta dos Macacos
Lost
Perdidos no Espaço
A Jornada…
Esses são só alguns exemplos. Até Harry Potter já trouxe esse conceito em O Prisioneiro de Azkaban. Um artefato que poderia alterar o curso da Guerra dos Bruxos contra Voldemort e a Hermione usa pra estudar… Valeu, Hermione!

E pra fechar, fica aí a trilha sonora da semana:

Enfim, leitores, espero que tenham curtido e nos vemos no futuro!
No caso, na segunda-feira. Até lá!
-Feliz

Anúncios

15 respostas em “Friday, bloody Friday #086

  1. Muito boa feliz.Eu briso até hoje de o eu do futuro voltar,puxar um estilete e marcar minha pela,pra cicatriz aparecer nele,ou que algum conhecido sou eu no futuro que sofreu com amnésia temporária .Mas agora escrevendo isso,parece meio ridículo XD(Se um dia eu conseguir eu mato o esquilo negão antes que ele tome conta do zangado games).

  2. Não sabia que você assistiu A Jornada, mas com as partículas táquions, talvez seja possível uma viagem no tempo, ou mover alguém mais rápido que a luz durante uns 50 anos

  3. Outro filme (muito massa, por sinal) que fala sobre viagens no tempo: Feitiço do Tempo, com o mito Bill Murray.

    O negócio é não ligar muito para os fatos científicos, nesses casos especificamente. A decepção pode ser grande. Estragar a experiência cinematográfica ao assistir De Volta Para o Futuro é caso de cadeia. É o mesmo que assistir Jurassic Park e depois ir ler um artigo científico sobre os Velociraptors. A frustração é enorme.

    E parabéns ao Feliz pelo post de hoje. Ficou muito bom!

  4. Mas quem diria! Viajem no tempo! Esse é um tema que eu gosto apesar de não entender muito, mas isso não me impedira de comentar! Cadê John Titor?! Como tu faz um post sobre viagem no tempo sem John Titor? Brincadeira, enquanto lia a parte dos paradoxos eu preparava meu argumento sobre como aquilo não se aplicava em linhas do tempo múltiplas que quando um viajante do futuro chega, o próprio ato de ele chegar lá ja cria uma nova linha do tempo paralela a “original” com o mesmo passado porem com um futuro diferente.

    Eu dei risada na parte do Exterminador do Futuro, nunca tinha me tocado daquilo acho que se tivesse que dar uma resposta…. Destino? Não acho que acredito em destino, acredito na probabilidade, no “pessoa X com perfil fortemente Y tem 80% de chances de fazer Z” não me lembro direito dos filmes, mas talvez Sarah Connor na linha de tempo B onde a Skynet mandou o ator de nome complicado por motivo X , ela tinha descoberto dobre a Skynet por algum outro meio em alguma outra época de sua vida e assim criando o seu filho para se preparar e parar isto, nesta linha de tempo B a skynet mandou seu exterminador (que volta, várias vezes) para impedir o nascimento deste rebelde maldito, apresentando assim de outra forma o futuro a Sarah e criando esta linha de tempo A que assistimos. Devo estar me esquecendo de algum detalhe mas deve servir.

    Alguém já assistiu STEINS:GATE? É um anime com o tema de viajem no tempo, como é um anime, tem todas aquelas coisas que o impedem de ser real apesar de a premissa ser isso, não dá, nem precisa prestar atenção na física em si pra ver que não dá. A obra original é um “jogo” uma daquelas light novels com finais diferentes, fez muito sucesso então fizeram o anime com todo aquele fan service e tal, a adaptação ainda é divertida pelo desfecho e finais inesperados. STEINS:GATE me introduziu nesse negocio de viajem no tempo uns aninhos atras e por isso recomendo.

    Gostei do tema Feliz. Faz algum dia sobre Teorias, aquelas teorias de deixar o pessoal paranoico! Seria bem divertido, ver todos começarem a “pensar demais” com coisas como teorias do caos e talz.

    Obrigado por lerem até aqui, não o post nem ficou tão grande assim (acho).

    • Eu li tudo!! Mas ainda tô no trampo e preciso de um tempo pra absorver a teoria sobre o Exterminador do Futuro!
      Sobre o Anime, é mais um que preciso ver, porque também curto bastante o tema viagens no tempo!

      • Puta que pariu ta grande pra caralho. Bem obrigado e acho que tem algo errado no que eu disse do exterminador, se eu não me engano a série cometeu umas gafes que dificultam ajuda-lá. Quanto ao anime, ele é uma adaptação de 25 ep de uma visual novel (me enganei lá em cima) de quase 2.5 gigas, essa porra tem história, se o anime for igual o jogo então veja com paciência, tem horas que os delírios do personagem principal incomodam.

      • Sou mais adepto do sci-fi em si do que das viagens no tempo, mas gosto bastante do assunto. Agora vamos dissertar sobre o Exterminador.

        Paradoxo sinistro, acho que não tem uma explicação lógica, mas ainda assim vou tentar uma explicaçãozinha razoável.
        Vamos supor que exista um “Kyle Reese” (qualquer homem que possa ter relações com Sara Connor nesse período de tempo) na mesma época de Sara Connor, ambos se conheceram e tiveram John Connor, que mesmo sem treinamento se torna líder da Resistência, oque nos leva ao envio do T-800 para o passado e, consequentemente também de Kyle Reese. Nesse tempo o T-800 acaba interferindo no passado e Sara se envolve com Kyle Reese que acaba virando pai de John Connor ao invés de qualquer outro cara que poderia ser o pai dele.

        A teoria foi piorando a medida que eu fui escrevendo, escrevi ela mais como uma forma de continuar a discussão, não me pareceu muito plausível.

      • É a teoria que mais faz sentido, na verdade.
        No filme “A Máquina do Tempo”, a realidade se ajusta automaticamente de acordo com os eventos predestinados, idenpendente de qualquer interferência.
        No caso, o viajante no tempo tentava impedir a morte da mulher que amava, mas quando ele impedia que ela morresse de um jeito, acabava morrendo de outro. Ou seja, ela ia morrer de qualquer forma.
        Talvez em Terminator seja assim também. John Connor ia nascer de qualquer jeito, independente de quem fosse o pai.

      • Acho que vi esse filme, puta drama. Efeito borboleta tinha uma pegada parecida, não importava o que ele fazia, ele nunca conseguiria ser feliz com a mulher que ele amava.

  5. Agora pensando sobre John Titor, e se o fato dele ter falado tudo aquilo no fórum la nos anos 2000, ajudou a impedir tudo aquilo de acontecer? Uma pequena parcela do mundo acreditando nele já pode ter sido o suficiente pra essa guerra não acontecer.

    • Sim, supondo que é tudo verdade. Então se os culpados pela guerra não quiserem realmente isso, eles terão a chance de perceber o que aconteceria se eles prosseguissem, as vezes uma pessoa “dando a ré no kibe” da coragem a outras pessoas “darem a ré” também.

  6. Creio que sou o único que nunca curtiu “viagens no tempo”. Tanto é… que as partes que mais odeio na minha saga de livros favorita, “A Torre Negra”, são as que remetem a voltar no passado.

  7. Pingback: O Fim de uma Era. | Café do Feliz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s