Friday, bloody Friday #049

friday_049

Um dos textos mais célebres do Blog CH3 se chama “Como se tornar crítico de cinema“. Não só pela veracidade bem humorada do genial Guilherme, mas pelo seguinte comentário no post. Um dos mais engraçados de todo o blog, cujo autor, por anos, apelidamos carinhosamente de “crítico veadinho”.
Veja:

critico veadinho

Até hoje eu considero o texto do Guilherme um tutorial que pode substituir tranquilamente qualquer faculdade cara de cinema!

Eu, como um cara das ciências humanas, adoraria dizer que as críticas de cinema são fundamentadas em estudos sociais e que é imprescindível um grande conhecimento sobre os aspectos técnicos. Mas depois de ver o caso Círculo de Fogo (Pacific Rim), descobri que realmente, uma boa dose de enrolação e cara de pau pode te garantir uma coluna nos maiores portais de entretenimento do país, quiçá do mundo!

Pra quem ainda não viu, Círculo de Fogo é um anime que ganhou vida. Uma espécie de Neon Genesis Evangelion com Gundam Wing. Dá pra fazer uma sinopse assim: “Robôs gigantes esmurrando monstros”. SÓ. ISSO. Um roteiro que, se tivesse saído da cabeça de um fanboy onanista cheio de espinhas, teria sido mais complexo. Porradaria completamente masturbatória e mais nada.

Até aí, beleza. Cinema é diversão, qual é o problema?

3205457-pacific-rim-jaegers-wallpaper[1]

O problema é a babação de ovo da crítica! Eu fiquei estupefato em ver que, no geral, a nota do filme em sites especializados variou de 7,5 a 9,0. A mesma crítica que derruba e esculacha filmes do mesmo gênero, que têm propostas praticamente iguais, usando os mesmos recursos.

Na maioria dos sites, há um padrão para a desculpa de notas relativamente altas pra um filme que você vê com o cérebro em piloto automático. Círculo de Fogo é trash de propósito. Realmente dá pra notar que o filme é intencionalmente caricato, colocando uma série de situações e personagens clichês: pilotos “bad-ass”, generais veteranos lendários, cientistas malucos… Só que eu não consigo entender como rir de si mesmo é um mérito em alguns casos e em outros é galhofa.

Minto, entendo sim! Círculo de Fogo é de Guillermo del Toro. Um bom diretor. Bons filmes no currículo. O Labirinto do Fauno, mesmo, é um dos meus filmes favoritos. Assim, para os críticos, as gafes de um del Toro são perdoáveis. São automaticamente diferentes das gafes de um Michael Bay. Para o crítico de cinema, um bom currículo perdoa qualquer patacoada. Intencional ou não.

Tarantino. Pô, eu adoro Cães de Aluguel, Pulp Fiction, Kill Bill, etc. Mas “Prova de Morte” é ruim de doer! Igualmente, um filme muito elogiado pela crítica.

Aí pedem pra gente respeitar o trabalho do crítico de cinema. Mas como, se essas atitudes de fanboy são tão explícitas? Qual é o propósito de dizer que Círculo de Fogo é bom porque se assume trash? Uma infinidade de diretores já fez exatamente a mesma coisa e caiu nas desgraças de críticos porque não eram Tarantinos, Scorceses, Malicks ou del Toros. Sim, é preciso respeitar esses caras por suas filmografias, mas o que eu quero dizer é que a crítica exalta Círculo de Fogo com as mesmas palavras que ri de Sharknado.

Não sabe o que é Sharknado?

(Aliás, em Círculo de Fogo há uma cena IDÊNTICA ao que o trailer de Sharknado mostra aos 0:40s)

SHARKNADO

Enfim, a moral da história (que pode ser transportada para a vida) é: Se você já provou que é bom, pode dizer que seu excremento cheira gostoso e todo mundo vai acreditar.
-Feliz

(P.S. Fui ver Círculo de Fogo essa semana. Imaginei que seria legal desligar o cérebro do mundo real pra ver ação de robôs e monstros no cinema, mas surpreendentemente, pra mim, não foi. Não que eu esperasse alguma profundidade nesse filme, e que ele não seja divertido, mas pra mim… era melhor ter ido ver o filme do Pelé).

Anúncios

21 respostas em “Friday, bloody Friday #049

  1. Eu achei o filme muito bom, mas a crítica aponta coisas erradas para dizer o porque ele é bom ou não. Mas bom texto, Feliz!

  2. Cara eu achei um filme mt bom, pois a partir do momento q eu vi o cartas do filme n esperei mt. Entrei no cinema foi exatamente pra ver bicuda no céu da boca e a porrada “cume solta”, e para um filme de robô gigante n pode-se esperar mt coisa

  3. Não é apenas no cinema, as supostas “críticas especializadas”, que de especialistas não tem porra nenhuma, também atacam em livros e games.
    Atualmente é muito difícil achar uma crítica decente e honesta de alguma coisa, a maioria esmagadora não presta. Só vi verdades no texto do Guilherme.

  4. mano assisti circulo de fogo e tambem nao, sabia que nao ia ser grande coisa mas não esperava um filme tão ruim concordo com o texto inteiro do feliz ou melhor testiculo

  5. Eu adorava Neon Genesis Evangelion, porque não era um anime de mecha qualquer; ele conseguiu a sua própria identidade, com personagens em conflito com eles mesmos, com uma ótima história e um ótimo desenvolvimento dos personagens.
    Quando eu soube do Círculo de Fogo, eu pensei que ia ser uma cópia de Evangelion, mas ví que a única coisa que eles fizeram foi colocar briga de robôs…. Apenas isso, mas mesmo assim consegue ser um filme bem mediano para o gênero; mas é bacaninha… Só isso.

  6. Parabéns pelo post, Feliz. Infelizmente (perdão pelo trocadilho, se soar feito um), a crítica atualmente anda corrompida em todos os segmentos. Inúmeros são os blogs de moda que recebem “cortesias” para escreverem artigos enaltecendo certas marcas, fora a crítica literária em nosso país, que sempre escorraça tudo que vai contra certos ideais de esquerda. Sinceramente? A coisa tá feia, cara!

  7. Antes de assistir aos primeiros trailers, eu imaginava que esse filme tivesse algum drama ou alguma emoção, mas depois percebi que era apenas mais um filme genérico com robôs.

  8. Bem, eu não vi esse filme, mas no trailer confesso que me interessei pelas cenas de ação, cada filme, games, livros que seja, tem suas qualidades e seus defeitos. bom vou esperar para ver o filme e tirar minhas próprias conclusões. 🙂

  9. Meu primo falou dese Sharkanado semana passada pra mim. Qual é Feliz, toda época teve o seu filme trash, ou não vai querer dizer que os filmes antigos tinham brigas robôs nada-a-ver e tubarões que caiam do céu. Dessas coisas eu prefiro rir, embora não goste de tanta babação de ovo por um filme não tão bom assim.

    Sério, eu poder ter idade pra assistir Sharkanado nos cinemas, ia ser MUITO engraçado. XD

  10. Eu achei bom o filme. Boas lutas, bons efeitos. A base do roteiro até era boa, mas não teve desenvolvimento, me decepcionou pois eu tinha expectativas altas. De repente se houver sequência eles podem fazer um roteiro mais bem elaborado. Mas se ficar só nisso, é um filme legalzinho pra assistir.

  11. Feliz,acho que você se exaltou fera. Acho que você não entende o ponto da crítica.

    Por exemplo,quando você vai jogar Saints Rows 3,a história não é algo pra ser levado tanto em conta, já que o foco do jogo não é esse,mas sim o humor e a diversão ‘WTF’. Desde que o jogo faça bem o que propõe não há motivo de você dar ‘ZERO’ por que ele não tem uma história pé-no-chão igual a de GTA V.

    O motivo da crítica especializada dar uma boa nota para o Círculo de Fogo,é pelo simples fato dele ter feito bem aquilo que quisera fazer: Porradaria Foda(ao contrário de Transformers,que é tão clichê quanto,mas nem isso o Michael Bay sabe fazer)

    • Então, cara, eu entendo bem essa questão de algo ser divertido só por ser divertido, sem propósito de ser algo grandioso. Não digo que Pacific Rim mereça zero, mas que não seja tão supervalorizado pelo mero fato de “entregar o que promete”.
      O problema são os padrões duplos, sabe. Em alguns casos, para a crítica, “entregar o que promete” é pejorativo, em outras, é um puta elogio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s